CenterVet
Clínica Médica
Cuidados com o Idoso
 

A maioria dos cães e gatos começa a apresentar sinais de velhice entre os 5 e 7 anos.

Ao contrário dos filhotes, que são sempre ativos e brincalhões, os cães velhinhos são mais calmos, gostam de um bom cochilo e não têm muita paciência para brincar e se exercitar. Dependendo do tamanho e da raça, a idade que os cães podem alcançar é de 8 a 16, 17 anos.

O envelhecimento dos cachorros é muito semelhante ao dos seres humanos: o metabolismo fica mais vagaroso, a artrite chega, o sistema imunológico cai, a visão e a audição são prejudicadas, e o controle das funções excretoras se perde. Outra mudança está no temperamento do animal. Ele fica mais "rabugento", perde a disposição de antes para brincar e passa a se irritar com mais facilidade com crianças e cães mais jovens.

À medida em que envelhece, você notará mudanças na aparência e vitalidade dele. Como os humanos, os animais também ganham alguns "cabelos brancos".

As necessidades alimentares também mudam. Eles costumam engordar com muito mais facilidade e é preciso controle na alimentação. Nós podemos ajudá-lo a mudar a ração para um tipo especial, destinado a cães com mais idade.

VEJA OS SINTOMAS MAIS FREQUENTES DE UM CÃO NA TERCEIRA IDADE:

PERDA DE DENTES
Deve-se dar uma atenção especial à saúde bucal dos animais mais velhos.
Com a idade eles começam a perder os dentes e a desenvolver mau hálito.
Quanto mais cedo você cuidar dos dentes de seu cão, mantendo-os limpos e livres do tártaro, menor será a possibilidade dele vir a ter problemas bucais.
As gengivites também se tornam mais comuns com a idade, dificultando a alimentação. Seu veterinário pode orientá-lo quanto à escovação e limpeza dos dentes, com escova e creme de dente próprios para esta idade.

CEGUEIRA
Um cão idoso com deficiência de visão deve ser auxiliado para se adaptar ao seu novo estilo de vida. Consultar no CenterVet será importante para avaliar a extensão do problema de seu cachorro. Você pode ajudar o seu amigo avaliando as condições do ambiente e ajustando-as para melhor comodidade dele. Provavelmente o animal está habituado com a posição dos móveis da casa, portanto, mudar a mobília prejudicara o seu velho companheiro, fazendo com que ele dê algumas "trombadas", podendo até se ferir.

SURDEZ
O seu velho amigo provavelmente terá dificuldades na audição. Ele não atenderá com a mesma freqüência de antes aos seus chamados, parecendo não estar lhe escutando. No CenterVet você poderá constatar se o seu animal de estimação perdeu completamente ou parcialmente a audição. Caso seja confirmada a surdez, existem outras maneiras para se comunicar com ele, como através de sinais com as mãos e toques. Cães que perderam a audição não devem ser acordados subitamente, nem serem surpreendidos pelas costas, pois podem se assustar e ter reações violentas.

ARTRITE
A artrite pode fazer com que um cão idoso tenha dificuldades em fazer certos movimentos. Por exemplo, quando ele tenta se levantar e não consegue, principalmente quando em repouso por um longo período. Ele também pode começar a mancar enquanto caminha, necessitando de auxílio para entrar e sair de veículos e para subir escadas. Isso não significa que ele não poderá praticar exercícios, essenciais para o animal nessa fase da vida. Esses problemas de locomoção causados pelas dores podem ser aliviados com remédios receitados por nós.

INCONTINÊNCIA URINÁRIA
À medida em que o seu cão envelhece ele terá a necessidade de se aliviar com maior freqüência. Em alguns casos, o cão pode desenvolver uma incontinência urinária, sendo necessário forrar a cama dele com plástico ou material lavável. Manter um ambiente favorável para o seu cão idoso é muito importante.

OBESIDADE
É um dos maiores riscos à saúde no cão e gato idoso. A tendência dos animais idosos de engordar é o resultado da mudança no metabolismo, ao mesmo tempo em que o nível de atividade deles diminui. A obesidade não é um sinal de saúde, ao contrário, é bastante perigosa para as articulações, coração e outros órgãos do cão idoso. Você vai notar um aumento na intolerância ao frio e ao calor. Isto acontece porque o seu cão está produzindo menos hormônios que ajudam na manutenção da temperatura do corpo.

PROBLEMAS DE PELE
Com a idade avançada, os problemas de pele começam a aparecer devido à diminuição da elasticidade e o aumento do tempo para cicatrização de cortes e feridas. A queda de pêlos aumenta devido ao enfraquecimento dos folículos pilosos. O sistema de defesa da pele diminui permitindo o aparecimento de tumores.

PERDA DOS SENTIDOS
Na terceira idade, os sentidos como a visão, olfato, paladar e audição vão diminuindo gradativamente. Alguns animais se adaptam muito bem a estes problemas, embora o apetite diminua quando o paladar e o olfato se reduzem. É necessária uma dieta altamente nutritiva e balanceada. Algumas doenças dos olhos, como o glaucoma e catarata são mais comuns em cães idosos, bem como tumores e infeções.

Se o animal não for castrado, vários problemas reprodutivos podem aparecer. Infeções no útero são particularmente comuns em cadelas idosas intactas, tanto em cães como em gatos. Nos machos podem aparecer tumores nos testículos e na próstata. O animal idoso vai permanecer fértil mesmo em idades avançadas, e gravidez nesta idade é altamente perigosa.

Siga bem nossas orientações que seu animalzinho terá um envelhecimento saudável.

 
 
 
 
Home   |   Ver Animação   |   Dog Vip   |   Classificão   |   Quem Somos   |   Contatos   |   Mapa do Site
 
 
 
Copyright © 2015 CenterVet. All rights reserved.